Copyrighted ♥

Profile Loves Credits
Tomara que a gente não desista de ser quem é por nada nem ninguém deste mundo. Que a gente reconheça o poder do outro sem esquecer do nosso. Que as mentiras alheias não confundam as nossas verdades, mesmo que as mentiras e as verdades sejam impermanentes. Que friagem nenhuma seja capaz de encabular o nosso calor mais bonito. Que, mesmo quando estivermos doendo, não percamos de vista nem de sonho a ideia da alegria. Tomara que apesar dos apesares todos, a gente continue tendo valentia suficiente para não abrir mão de se sentir feliz.

(Caio F. de Abreu)

‘‘is where youll find me’’
domingo, 27 de fevereiro de 2011 @ 19:13
1 Comments Forever Alone?


Juro que vou tentar resumir. Juro”, essa frase não lhe parece familiar? Eu começo a ler ela sempre que sinto sua falta e você não está aqui. Enfim, eu não sabia como começar isso. Na verdade, agora que eu comecei, eu me sinto até mesmo estranha, porque falar sobre você é muito difícil e ao mesmo tempo muito fácil. Difícil porque as palavras parecem que nunca bastam, e fácil porque eu sei de praticamente tudo sobre você. Não que seja algo ruim, mas é algo que certamente dá trabalho porque falar sobre uma pessoa com a qual eu não tenho “nenhum” contato pessoalmente é complicado. No entanto, eu sei de tanta coisa sobre você que talvez eu não consiga sequer falar a metade. Eu sei de todas as suas manias e eu acho que você sabe das minhas. Você, hoje, não é só mais uma amiga. Hoje, você é uma irmã. É um dos pilares que me segura firmemente e que sempre me parece ser feito de mármore, e quando eu estou quase perdendo minha sanidade mental, você vem e consegue me acalmar. Hoje, você é o que me prende aqui. Eu nunca vou me arrepender das noites viradas com você, enquanto cantávamos Dani Califórnia, no meio das madrugadas e nossos pais nos achavam loucas desvairadas, porque aquilo me fazia (deixo claro que ainda faz) muito bem. Sabe, é difícil falar de você sem repetir as mesmas palavras que você usou para mim, e se ficar repetitivo, me desculpe. Começo falando que, se você não estivesse aqui todo o dia para me ouvir e me auxiliar, eu provavelmente teria feito alguma merda. Eu deveria agradecer você por ser aquela pessoa que sempre me auxilia e sempre tenta me colocar pra cima (e consegue). Mas não vou falar disso. Eu vou te dar um aviso. Um único e rápido aviso. Eu sempre vou estar do seu lado. Você sabe que se estiver errada, vou te falar. Se tiver certa, vou te apoiar. Porque um dia, você me disse uma coisa que eu com certeza demorei a aprender sozinha e a entender: “amigo que é amigo, aponta erros e apóia sempre”. E eu sempre, sempre vou fazer isso por você. Hoje você não é só “uma amiga de internet”. Hoje você é a minha irmã de coração. Pode parecer exagero, mas é isso. Eu me sinto bem quando eu sei que você tá bem e sinto vontade de sair matando todo mundo que te faz mal com aquela serra elétrica (que é meu sonho de consumo, você sabe). Cheetos, obrigada por ter entrado na minha vida, viu? Obrigada por me fazer dar risadas e gargalhadas com as nossas brisas. Obrigada por me fazer conhecer isso que eles chamam de “amizade virtual” e que dá certo. Obrigada por ser minha irmã de coração, Dudah.

1 Comentários:

Blogger Duddah disse...

;-; ounw... do mesmo jeito que você vai lá no meu perfil quando está com saudades de mim, eu venho aqui quando sinto sua falta minha frô.
Você sabe que é uma das poucas (poucas mesmo) pessoas que eu posso contar, e a única que eu realmente desabafo e que me ajuda, mesmo sendo difícil, já que moramos tão longe e dependemos do msn (primeiramente o pc, amém) para nos falar, mas acredite; hoje em dia não tem ninguém nesse mundo que eu conte mais do que conto com você minha sugar, porque tu sabe que é especial né? Bom, vou encerrando, porque da ultima vez que disse que ia resumir algo sobre você, tu viu no que deu né? Enfim.. te amo <3

12 de março de 2011 14:54  

Postar um comentário

{H o m e}

Março
D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
dentista
10
):
12
13
14
15
16
filme
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Above the Noise, mcfly
A Guerra dos Tronos, de G. Martin
A menina que roubava livros, de M. Zusak.
Coleção Torre Negra, S. King
Duma Key, S. King
Firelight, de S. Jordan
Harry Potter e Relíquias da Morte - Parte II
Ponto de Impacto, de D. Brown
Série Rangers, de J. Flanagan
Terminar Kuroshitsuji